quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Uma nova visão da vida

O universo foi criado para que o homem viva e tenha felicidade. Infelizmente, não é o que se tem vivenciado. Pelo contrário, o que se vê é bem diferente dessa tão sonhada dialética. Somos seres amargos, insatisfeitos e doentios. Sabemos que Deus é perfeito e sua criação também, mas o próprio homem através do seu livre arbítrio conseguiu inverter essa verdade transformando o bem em mal.
Nosso objetivo é trazer consciência ao ser humano sobre sua “psicossociopatologia”. Uma doença coletiva e assintomática que afeta a humanidade como um todo, resultado de uma inversão de valores que vem de uma vivência de muitas décadas, quando a raça humana, através dos tempos, perdeu sua referência, passando a valorizar o negativo e a desprezar o bom, o belo e o saudável. Se faz necessário que nós, através da interiorização, voltemos à nossa essência e passemos a reconhecer os verdadeiros valores e quesitos transcendentais da consciência.

Assim, através de uma energia universal, com a unificação dos poderes das mentes iluminadas regidas pelo criador do universo, o milagre da informática e do poder da comunicação, poderemos transformar o subconsciente coletivo e trazer o ser de volta à luz.

O objetivo dos meios de comunicação deveria ser o de agregar profissionais que, como nós, acreditam no retorno da raça humana à sua verdadeira essência e na transformação da ótica universal.

Temos consciência da nossa responsabilidade de transformar a dialética invertida e decaída em que vivemos. Somos seres em evolução. No entanto, precisamos tomar cuidado com o tipo de informação que chega a toda hora, de uma forma insidiosa pelos meios de comunicação de massa onde não se tem o mínimo cuidado com o resultado final das mensagens que são passadas, explícitas ou de forma subliminar, que muitas vezes acabam por confundir, deturpar e corromper a mente humana, a ponto de fazer com que se percam valores precípuos à sobrevivência de princípios básicos como a ética e a moral que são o sustentáculo do mais importante núcleo da sociedade, a família, que há muito vem perdendo o seu valor.

Hoje, falar de família tornou-se assunto retrógrado e antiquado, mas não temos medo de afirmar que somente com a reestruturação da família, a conscientização de que somos seres em potenciais que podemos amar e ser amados, a busca pela paz interior, através de um trabalho cognitivo e o encontro definitivo consigo mesmo para que assim possamos desenvolver um relacionamento inter-pessoal, de forma que a sociedade possa ser envolvida e que todos, principalmente aqueles que tenham acesso aos meios de comunicação, levantem essa bandeira em prol da renovação da mente humana e o retorno do universo ao seu estado paradisíaco.

.


Texto revisado por Cris

2 comentários:

Interação Maior disse...

Parabéns pelo blog e pela mensagem!!


Bjus
Mell

VIDA disse...

Olá Carlos

...a busca pela paz interior, através de um trabalho cognitivo e o encontro definitivo consigo mesmo...

A verdadeira transformação do Homem para o Novo Mundo, é o encontro consigo mesmo, que resultará no encontro com a Vida e todos os "outros".

Paz